Maquiagem na Argentina – Parte 2, o maravilhoso mundo de Ezeiza!

Gata, você tá aí?

Eu tô aqui, toda trabalhada no empenho de contar para as cafezetes deste mundão lymdo o que eu andei vendo/comprando/testando em termos de maquiagem nesse tempo que eu estive em coma fora da blogosfera.

Anton, eis que hoje vou mostrar o que eu comprei no Duty Free (da volta) de Buenos Aires.

Para início de conversa, você pode ir/voltar de Bsas por dois aeroportos, o Aeroparque e o de Ezeiza. Eu sabidamente (Ui) escolhi ir e voltar pelo Aeroporto de Ezeiza porque sabia da fama do garoto. Mas o Duty Free é ryco e phyno na volta de Bsas para o Brasil, o Duty Free da ida não é tão emocionante assim.

 Saca só, o que, quando, onde e quanto foi:

makear

Então o negócio é o seguinte: a maioria das coisas que comprei foram da M.A.C porque os preços do DutyFree de Ezeiza são quaaase iguais aos praticados lá nas “estranja”. Os preços são bem diferenciados. Mas euzinha fiquei realmente impressionada com a diferença do preço dos produtos da Revlon lá no Duty Free e aqui no Brasil, é uma diferença absurda, um assalto à mão armada MESMO, GATA.

Mas ó: só dá pra comprar lá se tiver passaporte visse? Não vai fazer a desinformada pra ficar chupando dedo depois hein? Os preços são todos em Obamas(US$), e mesmo assim valeu a pena DIMAIS!

1290095276176_f

Como não sou muito fã de estourar meu cartão de crédito, comprei as coisas de que estava precisando para o meu arsenal de maquiagem (ui). Vamos ver?? Olho no lanceee!

1) M.A.C. Fix +: já ouvi falar dele como um produto multifuncional, serve até pra lavar os vidros, benhê. Ok, comprei. Não tenho certeza absoluta, mas acredito que custou 16 Obaminhas.

2) M.A.C. Powder Blush Desert Rose: a loja da M.A.C. é a primeira que você avista assim que sai (correndo) da fila da imigração. Na fila mesmo eu fiquei pensando qual blush poderia comprar, aí cheguei na loja, abobalhei e comprei o primeiro que vi, e foi esse. Na verdade, eu queria um blush num tom mais douradinho, e queria que fosse da linha Mineralize, pena. Mas ok, ele é bem bonitinho. Não tem uma fixação absurda nossa como gruda na cara, mas é ok, MESMO. Custou 16 Obamas também, eu acho.

3) Studio Fix Powder Plus Foundation NW25: o meu atual ainda não acabou, mas esse é o tipo de maravilha que não se pode deixar terminar, não vivo mais sem ele. Escolhi essa cor porque é a perfeita para minha pele e vou dizer, dá certo na pele da maioria das pessoas que eu maquio. Cor de pele de todo mundo, saca? Custou 34 Obamas.

4) Base líquida Revlon Photoready: minha musa Emily Eddington sempre fala dessa base, resolvi comprar para ver se ela é tudo isso mesmo. Usei poucas vezes, ela é um pouco mais clara que minha pele, mas parece ser bacaninha (???? nova categoria). Custou incríveis 16 Obamas, contra as absurdas 70 Dilmas daqui.

5) Revlon Superlustrous Gloss na cor Pearl Plum: olhei esse fofo na embalagem e me apaixonei. Ele tem uns brilhos rosas e roxos, coisa mais Ryca. Não posso dizer se ele é toda essa ryqueza porque não usei ele por cima da base nos lábios. Porque gata, se passar esse gloss na boca sem base por baixo ele fica com a cor da sua boca néam? Derde! Custou 16 Obaminhas também.

6) M.A.C 219 Brush: A pontinha dele não é marrom não tzá? Eu fiz a porca e não limpei, soooorry. É um pincel em formato de lápis, quando eu O usei pela primeira vez eu disse….

… que pincel booooooom!  Agora marcar o côncavo é moleza, bjs.

7) Studio Secrets Face Primer L’oreal: esse é figurinha carimbada por aqui né? Só repeti a dose, minha mãe queria um também, acho ele óóótemo. Comprei uma caixinha com 2 unidades, custou 40 Obamas.

8) L’oreal Color Riche Lipstick na cor Tropical Coral: um rosa lindo. Eu sou uma pessoa resistente a comprar batons, eu sempre acho que não vale a pena gastar muito em um deles, preciso mudar essa minha cabecinha, pre-ci-so. Custou 14 Obamas.

9) M.A.C lip pencil na cor SOAR (será? não vi mais nenhum outro nome escrito, deve ser esse!): taí uma coisa que eu me arrependi de não ter trazido muitos mais. Até então eu nunca tinha experimentado um lápis da MAC, e só o que posso dizer é que a cor dele é linda, ele é macio, pigmentado e dura horrores na boca, tipo PERFEITO. Custou 16 Obaminhas.

10) L’oreal The Foundation True Match (não tem o nome da cor porque a maloqueira aqui arrancou fora): usei a mocinha poucas vezes, mas é uma base gostosa de usar. Não é pesada demais, nem leve demais, nem oleosa. Recomendo. Custou 16 pequenos Obamas.

11) M.A.C Prep+Prime Lips: primer para lábios. Eu procurei na loja da M.A.C. aqui em CWB e não encontrei. Rá! Ponto pra mim. Custou 32 Obamas eu acho.

Eu comprei mais algumas outras coisas legais no Duty Free de Ezeiza, mas de maquiagem foi isso mesmo. Tem uma mega loja da Victoria’s Secrets lá, muitos cheiros deliciosos, vale a pena.

Certo gatas? Se você vai pra lá boa viagem e boas compras visse?

Beijo na alma e até loguinhoo!

Um pensamento sobre “Maquiagem na Argentina – Parte 2, o maravilhoso mundo de Ezeiza!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s